Seja bem vindo ao site abrir empresa médica

Nossa missão é ajudar a tirar todas dúvidas sobre abrir uma empresa medica e poder emitar nota fiscais para pacientes, hospitais e clinicas médicas

Abrir empresa Medica

Tributacao Para abrir empresa medica

Quais são as tributações para empresa medicas

Abrir empresa médica para tributação os hospitais, as clínicas e os laboratórios estão no setor de serviços por um meio da lei 9.249/95, as empresas no ramo da saude começam a ser tributadas em relação ao imposto de renda e pelo lucro presumido, o que pode chegar ao percentual de imposto de até 32% em toda a receita bruta nesse caso para todos os impostos.


Nossa contabilidade é especializada em abrir empresa médica , com isso você pode ficar mais tranquilo em questão de tributação as despesas, hoje sabemos que a melhor opção é como pessoa juridica, pois os impostos são menores e isso pode retornar melhor valor para o profissional da saude. O retorno financeiro e o tipo de negócio, optando-se pela constituição de uma clínica ou até mesmo de um hospital, serão fatores decisivos na escolha da tributação e com isso pode contar com nossa contabilidade.


Lucro Presumido

A tributação do lucro presumido é mais simplificada, com esse modelo de tributação, a mensuração do IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e da CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido) tem a margem de lucro muito mais específica devido a area de atuação da empresa médica ou uma clinica. Esse tipo de tributação é fixa, portanto, caso você tenha um faturamento menor na empresa isso por ocorrer um pagamento maior nos impostos do que outro tipo de tributação de empresa médica

Lucro Real

O lucro real que é um regime de tributação acontece quando o lucro liquido da empresa médica ou uma clinica já é determinado por algum período. O calculo desse valor é feito sobre o valor do faturamento sobre uma base IRPJ CSLL, portanto, os encargos sobre o lucro liquido podem aumentar ou diminuir de acordo com os resultados obtidos. Além disso, se a empresa tiver prejuízo no ano, ela fica dispensada do pagamento do tributo.

Simples Nacional

No dia 28 de junho de 2016 o plenário do senado concluiu as regras para as empresas enquadrar no simples nacional - que é um sistema especial que recolhe tributos federais, estaduais e municipais em um unico documento para fazer uma redução na carga tributária. Esses benefícios foram pleiteados por outras categorias profissionais, no dia 28, alguns dos senadores colocaram uma emenda que permite que profissionais liberais – incluídos os médicos – paguem menos impostos desde que 28% da receita bruta da pessoa jurídica seja gasta no pagamento de salários. sendo assim, os benefícios contempla todas as atividades profissionais indistintamente, mas se vincula claramente a um índice de empregabilidade (inclusive com a inclusão do pró-labore ). Com a migração da tabela V para a tabela III (condicionada ao critério da geração de empregos), a alíquota para sa faixa de até R$ 180.000 da receita bruta em os 12 meses diminuirá de 15,50% para os 6%, como por exemplo. haverá também uma redução das alíquotas para diversas faixas: até R$ 360.000 de receita bruta anual (de 18% para 11,20%), até R$ 720.000 (de 19,50% para 13,50%), até R$ 1.800.000 (de 20,50% para 16%), até R$ 3.600.000 (de 23% para 21%). Já na faixa de até R$ 4.800.000, a alíquota será aumentada de 30% para os 33%.